Nossos Diretores

Diretor Geral | Dr. William Shaw, PhD

 

William Shaw, PhD, é certificado nas áreas de química clínica e toxicologia pela Câmara Americana de Química Clínica. Antes de fundar o Laboratório Great Plains, Inc., Dr. Shaw trabalhou para os Centros de Controle e Prevenção de Doenças (CDC), Hospital Infantil Mercy Hospital, Escola de Medicina da Universidade de Missouri em Kansas City, e Smith Kline Laboratories. Ele é o autor de tratamentos biológicos para Autismo e TDAH , publicado originalmente em 1998 e Autismo: Para além do básico, publicado em 2009. Ele também é um palestrante frequente em conferências em todo o mundo.

 

Dr. Shaw é padrasto de uma moça com autismo e tem ajudado milhares de pacientes e médicos melhorar com êxito a vida das pessoas com autismo, TDAH, doença de Alzheimer, artrite, doença bipolar, fadiga crônica, depressão, fibromialgia, deficiências imunes, esclerose múltipla, transtorno obsessivo-compulsivo, doença de Parkinson, perturbações convulsivas, perturbações de tiques, síndrome de Tourette, e outras doenças graves.

 

Diretor Associado | Matthew Pratt-Hyatt, PhD

Matthew Pratt-Hyatt recebeu seu PhD em biologia celular e molecular da Universidade de Michigan. Ele foi treinado pelo Dr. Paul Hollenberg, um proeminente pesquisador sobre o metabolismo de drogas e Dr. Curtis Klaassen, um dos toxicologistas mais importantes do mundo. Tem mais de uma dúzia de publicações em revistas de pesquisa bem conhecidas, tais como PNAS e Cell Metabolism. No Great Plains Laboratory, ele está focado em ajudar com o diagnóstico e tratamento de doenças mitocondriais, doenças neurológicas, doenças imunes crônicas, e muito mais. Especialista no desenvolvimento de ferramentas que analisam fatores na interface entre a genética e toxicologia. Seu trabalho está trazendo uma nova visão sobre como os genes e tóxicos interagem e como isso pode levar a distúrbios de saúde mental, problemas crônicos de saúde e distúrbios do metabolismo.

 

Diretora Associada | Elisabet Nalvarte, PhD

Elisabet Nalvarte, PhD, tem sido um membro ativo do Conselho Americano de Toxicologia desde 2010. Antes de ingressar no Laboratório Great Plains, ela trabalhou na escola de farmácia da Universidade de Missouri-Kansas, da Universidade de Kansas Medical Center e XenoTech LLC. Dra. Nalvarte foi envolvida em inúmeros esforços de pesquisa colaborativa e dirigiu um laboratório para avaliação toxicológica de dispositivos médicos que aplicam orientações sobre BPL e ISO 10993. Ela tem mais de 15 anos de experiência no campo da toxicologia aplicada, trabalhando em mecanismos imunológicos de danos ao DNA celular, inflamação e sensibilização.